Home

O HOMEM QUE NÃO DORMIA

Direção: Edgard Navarro
Ficção, cor, 35mm, 98min, BA, 2011
Elenco: Bertrand Duarte, Evelin Buchegger, Fabio Vidal, Mariana Freire, Ramon Vane, Luiz Paulino dos Santos, Jorge Washington, Fernando Neves, Edgard Navarro, Fernando Fulco, Bertho Filho, Nélia Carvalho, Luiz Pepeu, Marinho Gonçalves, Adaílson dos Santos, Edneas Santos, Narcival Rubens, Rui Manthur, Psit Mota, Lázaro Machado, Carlos Betão, Zeca de Abreu, Júlio Góes, Inaldo Santana, Lucio Tranchesi e Harildo Deda.

DATA E
LOCAL DE EXIBIÇÃO

30 de setembro/2011
20h30
TEATRO DE SOBRADINHO, CINEMARK TAGUATINGA SHOPPING e TEATRO NEWTON ROSSI (Ceilândia)

20h30 e 22h40

CINE BRASÍLIA

1º de outubro/2011
17h30 e 20h30

CCBB - CENTRO CULTURAL BANCO DO BRASIL

SINOPSE

Alguns habitantes de um lugarejo remoto são acometidos pelo mesmo pesadelo. A chegada de um peregrino de origem misteriosa irá deflagrar o conflito interno em que vivem, determinando uma ruptura radical em suas vidas.

CRÉDITOS

Produção executiva: Sylvia Abreu
Roteiro: Edgard Navarro
Fotografia: Hamilton Oliveira
Montagem: Cristina Amaral e Pablo Oliveira
Som: Nicolas Hallet
Direção de arte: Moacyr Gramacho
Cenografia: Moacyr Gramacho e Raquel Rocha
Figurino: Diana Moreira
Animação: Felipe Assis (2D) e Robson Sartori (3D)
Trilha sonora: Tuzé de Abreu, André T.
Música original: Tuzé de Abreu, André T.
Produtora: Truque Produtora de Cinema

 

DIRETOR

Edgard Navarro
Nasceu em Salvador, Bahia. Iniciou-se na atividade cinematográfica em 1976, com filmes realizados em Super 8 que obtiveram premiação expressiva em festivais da categoria, destacando-se pelo seu caráter experimental e contundência. Nos anos 80, realizou dois curtas em 35mm Porta de fogo (Melhor Filme e Melhor Roteiro no Festival de Brasília/85), e Lin e Katazan (Melhor Filme, Melhor Montagem e Melhor Ator no Festival de Brasília/86), além do média-metragem Superoutro (Melhor Filme, Melhor Direção e Melhor Ator no Festival de Gramado/89), reconhecido como legítimo representante do cinema de invenção. Em 2005 estreou Eu me lembro, seu primeiro longa, conquistando sete candangos no 38º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. O homem que não dormia é seu segundo longa e fará sua estreia no 44º Festival de Brasília. Realizou ainda Alice no país das mil novilhas (1976); O rei do cagaço (1977); Exposed (1978); Na Bahia ninguém fica em pé (1980), em parceria com Pola Ribeiro e Araripe Jr.; Talento demais (1995) e O papel das flores (1999).