PROGRAMAÇÃO DIÁRIA

MOSTRA COMPETITIVA

LONGA-METRAGEM

Documentário

ver todos os filmes

KÁTIA

Direção: Karla Holanda | Documentário, cor, digital , 74min, PI, 2012



DATA E LOCAL DE EXIBIÇÃO

19 de setembro de 2012, 19h
Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional Claudio Santoro
Teatro SESC Newton Rossi Ceilândia, Teatro de Sobradinho, Teatro Paulo Autran SESC Taguatinga e Teatro SESC Gama

20 de setembro de 2012, 19h
CCBB – Centro Cultural Banco do Brasil

SINOPSE

Kátia Tapety tornou-se a primeira travesti eleita a um cargo político no Brasil. Foi vereadora três vezes, além de vice-prefeita. O filme é resultado de 20 dias de convívio com ela no seu pequeno município no sertão do Piauí.



CRÉDITOS

Produção executiva: Leonardo Mecchi, Alcilene Cavalcante e Karla Holanda
Roteiro: Karla Holanda
Fotografia: Jane Malaquias
Montagem: Marco Rudolf e Karla Holanda
Som: Waldir Xavier
Trilha sonora e música original: Rita Ribeiro e Felipe Pinaud
Produtora: Em Foco Multimídia Produções Ltda



DIREÇÃO

Karla Holanda
É piauiense e começou a dirigir filmes em 1992, com uma série de documentários sobre escritores brasileiros, no Rio de Janeiro. Em seguida, com apoio de prêmios de fomento, realizou alguns curtas, entre documentário e ficção. Com Kátia, seu primeiro longa-metragem, recebeu o Prêmio Petrobras Cultural. Atualmente cursa doutorado em Documentário e é professora de Cinema na Universidade Federal de Juiz de Fora. Realizou os curtas Nas veias e na alma (1992), Lúcio Cardoso (1993), Pedro Nava: 100, 200, 300 anos (1994), Aníbal Machado: o iniciado do vento (1994), Villaça - o nariz do morto (1994), Rachel de Queiroz: um alpendre, uma rede, um açude (1995), Padaria Espiritual (1999), Vestígio (2002) e Riso das Flores (2004).