thumbnail
AMOR, PLÁSTICO E BARULHO
MOSTRA COMPETITIVA_longa-metragem_ficção

AMOR, PLÁSTICO E BARULHO

Direção Renata Pinheiro
Ficção, cor, 35mm, 82min, PE, 2013

Elenco Nash Laila, Maeve Jinkings, Samuel Vieira, Leo Pyrata, Rodrigo García, Dedesso, Everton Gomes, Jennyfer Caldas, Paulo Michelotto e Rodrigo Rizla

Classificação indicativa 14 anos

SINOPSE

Shelly, uma jovem dançarina que sonha se tornar cantora e Jaqueline uma experiente cantora que já emplacou alguns sucessos mas que amarga o declínio da sua carreira, são companheiras de uma mesma banda de música Brega – uma cena musical romântica e sensual da periferia brasileira.
Inseridos em um show business de nightclubes e programas de tv local, onde tudo é descartável, como sucesso, amor e relações humanas, elas parecem formar uma única trajetória de vida, onde Shelly é o possível passado de Jaqueline que é o provável futuro de Shelly.

CRÉDITOS

Atrizes principais Nash Laila e Maeve Jinkings
Atores coadjuvantes Samuel Vieira e Leo Pyrata

Produção executiva Iván Granovsky
Diretor assistente e produtor Sergio Oliveira
Roteiro Renata Pinheiro e Sergio Oliveira
Fotografia Fernando Lockett
Montagem Eva Randolph
Som (designer de som) Manu de Andrés
Direção de arte e cenografia Dani Vilela
Figurino Joana Gatis
Maquiagem Donna Meirelles
Trilha sonora Dj Dolores e Yuri Queiroga
Produtora Aroma Filmes
Coprodução Boulevard Filmes
Produtores associados Lourenço Sant’Anna e Leticia Friedrich (Boulevard Filmes)

DIRETOR(A)

Renata Pinheiro
Cineasta de muitas linguagens, iniciou sua carreira em arte contemporânea. Patrocinada pelo British Council, foi artista residente na John Moores University, Inglaterra. Em 2002, estudou no Institut National de l'Audiovisuel, em Paris.  SuperBarroco, seu primeiro curta-metragem, estreou mundialmente na Quinzena dos Realizadores, Cannes 2009. Foi vencedor de 40 prêmios, incluindo o melhor curta pela Academia Brasileira de Cinema 2010, Festival de Brasília 2008, melhor ator no Levante Int’l Film Festival, Italia 2009. PraçaWalt Disney, sob a codireção Sergio Oliveira, lançado no Festival del Film Locarno 2011,  foi premiado como melhor documentário no San Diego Latino Film Festival, USA 2012,  Prêmio especial do júri no Indie Lisboa, Portugal 2012, entre outros. Estradeiros, seu longa documentário, também codirigido com Sergio Oliveira, foi vencedor da Semana dos Realizadores, RJ, 2011, entre outros prêmios.  Amor, plástico e barulho é o seu primeiro longa de ficção.

ver todos os filmes DATA E
LOCAL DE EXIBIÇÃO

Dia 21, 21h, Cine Brasília
Teatro Sesc Newton Rossi (Ceilândia), Espaço Cultural Paulo Autran (Sesc Taguatinga), Teatro do Sesc Gama, Teatro de Sobradinho e Teatro do Guará
Dia 22, 16h, Sala Martins Pena do Teatro Nacional Claudio Santoro

Tag3 - Desenvolvimento Digital