thumbnail
FERNANDO QUE GANHOU UM PÁSSARO DO MAR
MOSTRA COMPETITIVA_curta-metragem_ficção

FERNANDO QUE GANHOU UM PÁSSARO DO MAR

Direção Felipe Bragança e Helvécio Marins Jr.
Ficção, cor, digital, 20min, RJ, 2013

Elenco Fernando Bigodes, Maria Thereza Mello, Ash Ashaninka, Nicolas Bartolo e Nuno Rodrigues

Classificação indicativa 16 anos

SINOPSE

Fernando divide seu tempo entre um pequeno café e a sua casa em uma vila operária na cidade do Porto. Um dia recebe um presente do Brasil e começa a imaginar o paraíso.

CRÉDITOS

Ator principal Ash Ashaninka
Atriz principal Maria Thereza Mello
Ator coadjuvante Nicolas Bartolo

Produção executiva Nuno Rodriguez, Helvécio Marins Jr. e Felipe Bragança
Roteiro Felipe Bragança, com a colaboração de Thiago Britto
Fotografia André Cepeda e Guilherme Tostes
Montagem Virginia Primo e Marina Meliande Som Gustavo Fioravante, Thiago Britto e Vasco Pucarinho
Direção de arte e cenografia Filipe Pontes
Figurino Filipe Pontes e Ash Ashaninka
Edição de som, mixagem e trilha sonora Gustavo Fioravante e O Grivo
Som direto Vasco Pucarinho e Thiago Britto
Produtoras Duas Mariola Filmes, Curtas Metragens CRL, Atelier Rio

DIRETOR(A)

Felipe Bragança
Cineasta formado pela Universidade Federal Fluminense. Entre 2003 e 2006, dirigiu três curtas apresentados em festivais nacionais e internacionais, como o Oberhausen Film Festival. Foi diretor-assistente e roteirista de O céu de Suely, de Karim Ainouz, roteirista de No meu lugar, de Eduardo Valente, e da série HBO Latin America Alice e de Girimunho. Entre 2009 e 2011, dirigiu, ao lado de Marina Meliande, a trilogia Coração no fogo, que inclui os longas A fuga da mulher gorila (Locarno) e A alegria (Cannes) e o média-metragem coletivo Desassossego (Rotterdam). Em 2012, foi artista residente na CalArts, ganhou retrospectiva no Jeu de Paume (Paris) e lançou o web-video Zahy. Em 2013, apresentou o filme-piloto da sua série transmídia para TV /web Claun no Festival de Rotterdam e foi convidado para a residência artística do DAAD (Berlin) para desenvolver seus dois futuros longas.

Helvécio Marins Jr
É pós-graduado em cinema pela PUC-MG. Seus filmes receberam mais de 50 prêmios nos mais importantes festivais internacionais e brasileiros, como Veneza, Havana, Nantes, Barcelona, Mar Del Plata e Brasília. Foram selecionados e exibidos nos principais eventos de cinema do mundo, como Toronto, Locarno, Veneza, San Sebastian, Roterdã, IDFA, Centre Georges Pompidou e MoMA NY. Em 2012, a Lume lançou nacionalmente a sua coletânea de curtas em DVD. Girimunho, seu primeiro longa, teve sua estreia mundial no 68º Festival de Veneza, onde recebeu o prêmio Interfilm. Em julho de 2012, o festival internacional de Vila do Conde exibiu uma retrospectiva de sua obra. Atualmente, trabalha no seu segundo longa A mulher do homem que come raio laser, premiado pelo Hubert Bals Fund.

ver todos os filmes DATA E
LOCAL DE EXIBIÇÃO

Dia 22, 21h, Cine Brasília
Teatro Sesc Newton Rossi (Ceilândia), Espaço Cultural Paulo Autran (Sesc Taguatinga), Teatro do Sesc Gama, Teatro de Sobradinho e Teatro do Guará
Dia 23, 17h, Sala Martins Pena do Teatro Nacional Claudio Santoro

Tag3 - Desenvolvimento Digital